Casa Cardão
100 anos

NOSSA HISTÓRIA

1920
O início da jornada
1920

Na noite do dia 10 de janeiro de 1920, o vapor Ango zarpou de Portugal para cruzar o oceano. Estava a bordo José de Almeida Cardão, natural de São Pedro do Sul, que mais tarde fundaria a Casa Cardão. Ele registrou os desafios daquela travessia em sua caderneta e, ali, já mostrou os valores que perpetuariam a condução da sua vida e negócio. O vapor chegou à costa de Pernambuco, mas devido à disseminação de doenças a bordo, não poderia atracar. Deveria seguir viagem até Ilha Grande, no Rio de Janeiro, onde os sobreviventes cumpririam quarentena em um lazareto. Por fim, no dia 22 de fevereiro desembarcou no Rio de Janeiro, e rumou para Juiz de Fora.

1921
A estação de Afonso Arinos

Certo dia, José de Almeida Cardão desceu na estação de Barra Longa em Afonso Arinos. Ele trabalhava então com seu primo Américo, que o recebera em Juiz de Fora. Estava ali para levar os filhos do patrão para estudar no vizinho distrito de São José das Três Ilhas, quatro estações adiante, no sentido Valença. Naquele local, José percebeu uma oportunidade. Todas aquelas pessoas tinham suas necessidades, e ele poderia supri-las. Foi assim, vislumbrando um futuro de prosperidade, que deixou Juiz de Fora, pouco mais de um ano depois de vencer a travessia do Atlântico, para fundar um armazém de secos e molhados em Afonso Arinos. Seria o início da Casa Cardão.

1921
1930
Espírito Empreendedor

Homem de iniciativa, José de Almeida Cardão diversificou seus negócios ao longo dos anos. Paralelamente ao armazém que atendia a localidade de Afonso Arinos e os viajantes que paravam na estação de trem, fundou uma malharia, uma fábrica de cerâmicas e uma padaria, formando o grupo José de Almeida Cardão.

1930
1950
A segunda geração

Antonio Candido Cardão, filho de José de Almeida Cardão, começa a trabalhar com o pai aos 17 anos, após concluir os estudos na Academia de Comércio em Juiz de Fora. Tinha como sócias, suas duas irmãs, Stella e Aurora.

1950
1960
O Negócio é o atacado

Na década de 1960, a família Cardão precisou se reinventar. Como falecimento de José de Almeida Cardão em 1965 e a desativação do entroncamento da linha férrea, a empresa passou por uma brusca queda no trânsito de passageiros. Antonio Candido Cardão, “Sr. Toninho”, assume a empresa e investe na expansão do atacado.

1960
1970
1970
O início da Frota

As entregas começaram a ser feitas em uma caminhonete antiga, uma F350. Com as vendas em crescimento, Sr. Antonio adquiriu o primeiro caminhão: um Chevrolet amarelo de carroceria cotó. Com o passar dos anos, investir em uma frota própria, com motoristas e ajudantes capacitados, seria uma das prioridades para entregar aos clientes a melhor experiência de compra.

1980
A terceira geração

O ritmo de crescimento da Casa Cardão acelerou com a entrada da terceira geração nos negócios, os responsáveis por inserir a Casa Cardão na era da computação. Os livros de pedidos e o fax foram substituídos por palmtops, as máquinas de escrever por computadores, e criou-se mais um canal de compras para os clientes: o televendas.

1980
1996
Novo Centro de Distribuição

Em 1996 a Casa Cardão inicia na construção do seu moderno Centro de Distribuição. Esta mudança possibilitou a empresa adotar uma gestão de WMS, ampliando assim o mix de produtos vendidos e maior agilidade e acurácia nas entregas.

1996
2000
Escritórios Administrativos Integrados

Em 2000, a Casa Cardão conclui sua fase de expansão física integrando todos os setores administrativos no mesmo local do moderno centro de distribuição. Essa mudança permitiu maior agilidade e precisão no fluxo de informações.

2000
2006
Novo Presidente

No ano de 2006, Dr. Ricardo, filho do Sr. Antonio, assume a presidência da Casa Cardão, junto às irmãs e diretoras, continuam conduzindo a Casa Cardão rumo a prosperidade e perenidade.

2006
2008
Centro de Distribuição em Minas Gerais

Em 2008 a empresa atravessa mais um ciclo de expansão com a inauguração do centro de distribuição em Minas Gerais. Desta forma, ficamos ainda mais próximos

2008
2010
Conhecimento para Crescer

Em 2010, a Casa Cardão busca a consultoria da Fundação Dom Cabral para promover o conhecimento e capacitação da equipe.

2010
2011
Quarta Geração

Em 2011 ingressa o primeiro membro da quarta geração da família, responsáveis por colocar a empresa na era digital. Aliar tradição e inovação se tornam o principal desafio.

2011
2013
Convenção de Vendas

Em 2013 a Casa Cardão realiza a sua Primeira Convenção de Vendas. Nos anos seguintes, o evento se tornaria um grande marco. Momento de integração entre fornecedores e representantes, que estreitam o laços e levam conhecimento e capacitação para toda a equipe.

2013
2015
Presença Online

A Casa Cardão cria mais um canal de venda e expande a sua presença online. Agora estamos lado a lado dos nossos clientes 24 horas por dia, 7 dias por semana. Mais tarde investiríamos na criação do aplicativo de vendas e mídias sociais.

2015
2021
O Centenário

A história da Casa Cardão é marcada pela vida de uma família, que no último século se dedicou a transformar um pequeno armazém de secos e molhados em um atacado de material de construção, responsável pelo abastecimento de muitos negócios e sustento muitas de famílias. Movidos por uma força invisível, seus valores, chegamos hoje aos 100 anos. Seus líderes sempre foram guiados pela vontade de crescer e levar junto a família e seus colaboradores pelo caminho do desenvolvimento, sem jamais abrir mão da generosidade e da valorização do ser humano.

2021

...


Nesta linha do tempo, registramos o nosso muito obrigado a cada um dos colaboradores, fornecedores, clientes e parceiros por caminharem junto conosco. Registramos também o nosso compromisso em continuar com o propósito em servir e inovar no mercado atacadista de material de construção.

MISSÃO E VALORES

Nós criamos valor para o cliente através do provimento constante de um serviço operacional excepcional. A nossa paixão em vender e servir aliado ao nosso espírito empreendedor permeia tudo que fazemos. Integridade e respeito são princípios fundamentais presentes em todos os nossos relacionamentos.

MISSÃO

Distribuir qualidade com rapidez, eficiência e foco na satisfação dos clientes, fornecedores e colaboradores, com ética e excelência nos resultados.

VALORES

INOVAÇÃO

Estar sempre atento às mudanças, investindo e aprendendo sempre.
Ter entusiasmo e assumir os desafios e riscos para aproveitar as oportunidades de negócio.
A empresa deve ser sempre visionária e inovadora.

VALORIZAÇÃO DO SER HUMANO

Em qualquer nível de nossas relações devemos fazer com que as pessoas se sintam valorizadas e respeitadas pelo trabalho que realizam, cultivando a simplicidade, bom senso e humildade nas relações de trabalho.
Desenvolver e estimular o crescimento pessoal e profissional, reconhecendo seu desempenho.
Grandes empresas são formadas por pessoas excelentes, única vantagem competitiva realmente sustentável.

COMPROMETIMENTO E PROFISSIONALISMO

Agir com responsabilidade e disciplina para atingir as metas da empresa, superando os próprios limites, indo além do que se julgava ser capaz.
Saber delegar, cobrar resultados e ter consciência de que suas ações geram consequências no dia a dia da empresa.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Devemos respeitar e cumprir os deveres e obrigações da empresa com a sociedade.

TRANSPARÊNCIA NAS RELAÇÕES

A postura profissional de todos que trabalham na Casa Cardão é ser integro e transparente nas atitudes gerando confiança nas relações entre colaboradores, clientes e fornecedores.

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Desde 1921 o espírito de responsabilidade irriga a cultura da Casa Cardão.

No aspecto social, a empresa busca desenvolver as habilidades de seus colaboradores. Treinamentos constantes fazem parte do seu dia a dia. A empresa mantém um ambiente de trabalho seguro, estimula práticas ligadas à qualidade de vida, garantindo a todos seus colaboradores o acesso à saúde. Somos uma empresa de família e para isso nos preocupamos em nos fazer cada vez mais presentes nas famílias dos nossos colaboradores. A empresa é considerada pelos próprios funcionários uma local onde todas as pessoas, de qualquer idade, raça, cor, religião e opção sexual são tratadas com a mesma justiça e respeito. Este tópico é medido anualmente através da Pesquisa de Clima realizada entre os colaboradores.

A Casa Cardão atua também de forma a desenvolver projetos com significativa contribuição para a sua comunidade em que está inserida. Em um deles, a empresa prioriza a contratação de jovens aprendizes alunos da escola municipal local.

No aspecto ambiental, nos preocupamos com a redução de desperdícios. São propostos aos nossos colaboradores “Desafios Sustentáveis” para promoção de redução de matérias descartáveis e obter economia de energia.

A Casa Cardão trabalha para ser uma empresa ética, reconhecida pelo relacionamento entre os parceiros de forma responsável. São mais de 100 anos desenvolvendo um trabalho sério e confiável.

PALAVRA DO DIRIGENTE

Foram 100 anos para construir o que é hoje a Casa Cardão. A vida empresarial é desafio a cada dia, especialmente quando se experimenta um crescimento contínuo que garante a perenidade e o sucesso do negócio.

Nossa história não é fruto da sorte. Sua origem está ligada a uma forte herança de seus valores familiares juntamente com o espírito empreendedor daqueles que a guiam.

Nossa crença é o AMOR PELO QUE FAZ! E é esse amor que transforma os obstáculos em desafios e os sonhos em realidade, e que nos acompanha, desde o início, há 100 anos, alimentando o nosso espírito transformador. A nossa tradição nos levou a aprender com a história e é ela que nos guia em direção às grandes conquistas, que nos faz buscar o novo para levar o melhor ao nosso cliente. Somos a tradição e a transformação, que juntas nos ajuda a seguir em frente. Convidamos você a seguir com a gente!

HOMENAGEM AOS NOSSOS GRANDES LÍDERES

ANTONIO CÂNDIDO CARDÃO

E não foi a passos largos que a Casa Cardão chegou onde está. Mas dizem que as empresas que suam a camisa são as que têm a base mais sólida. Com o Antonio Cândido Cardão não foi diferente. A trajetória iniciada há quase um século é marcada por conquistas diárias, superações constantes e crescimento ininterrupto.

Hoje, a empresa é consolidada no setor de material de construção graças ao empenho e visão empreendedora do seu grande líder.

Ser referência no setor requer dedicação constante, e uma boa pitada de ousadia.

É por isso que a Casa Cardão é sinônimo de qualidade e satisfação. Antonio viveu em uma busca inquieta por algo mais, e teve coragem necessária para executar os melhores negócios.

Um legado construído tijolo a tijolo, pelas mãos de um homem que suou a camisa, que ensinou aos sucessores a excelência do negócio e escreveu uma história que marcou e ainda vai marcar a vida de centenas de colaboradores, clientes e toda a comunidade onde a empresa cresceu.

Antonio, nosso mentor e inspiração, foi um líder nato e um exemplo a ser seguido por todos nós. A gratidão e a lembrança serão eternas. Sua falta será sentida, porém seus ensinamentos serão a força para continuarmos escrevendo a história que ele iniciou.

Uma história de quase um século de alegria e sucesso. Fica o nosso muito obrigado.

Homenagem ao nosso grande líder, AntonioCandiddo Cardão – 1930 a 2014. Segunda Geração da Casa Cardão

Antônio Cândido Cardão

JOSÉ DE ALMEIDA CARDÃO

Em 1920, José de Almeida Cardão partiu de São Pedro do Sul em Portugal, a bordo do vapor Ango, rumo ao Brasil, em busca de um sonho.

No ano seguinte à sua chegada à cidade de Juiz de Fora, fundou em Afonso Arinos, sua primeira casa comercial - Casa Cardão - logo em seguida vieram outros empreendimentos. Em 1928, a Malharia Cardão distribuía suas meias, que levavam o nome das filhas Aurora e Stella, até longínquo Amazonas. Proprietário também de uma cerâmica e padaria proporcionou muitos empregos a população local. Na sua atuação frente aos negócios, sempre mostrou um espírito inovador, uma confiança na valorização das pessoas e uma certeza de que o trabalho é “o maior título de nobreza do homem”.

Para José, escrever obedecia a uma necessidade imperiosa, como se fosse uma forma de sobrevivência. Deixou como registro do seu legado uma Caderneta em que narrou sua travessia ao Atlântico e um Livro de Pensamento. Nestes relatos apontam as qualidades que sempre pautaram sua vida: coragem, determinação, sensibilidade e generosidade. Tudo o que se conhece dele comprova isso, as dificuldades nunca o abateram, nunca se afastou dos seus ideias, amou a nova terra que o acolheu sem esquecer suas raízes, amou o próximo e sempre procurou melhoras as condições de vida de todos que com ele conviviam.

Aqui apresentamos esse exemplo de vida a outras gerações, para que saibam valorizar o trabalho e acreditem que vale a pena lutar pelos seus sonhos e batalhar por um mundo melhor.